Mulher aplica golpe em dezenas de empresas de Sousa; ela chorava para pedir dinheiro, mas foi flagrada por câmeras de segurança. Assista

A Polícia Civil investiga quem é a pessoa que aplica o golpe. Para denunciar, a população pode ligar e denunciar através do 197

Câmeras de segurança flagraram mulher aplicando golpe em Sousa (foto: Diário do Sertão)
Uma mulher ainda não identificada é acusada de pedir doações em dinheiro a comerciantes da cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, alegando que seu filho estaria internado no Hospital Materno Infantil, e precisava ser transferido em uma ambulância particular para Campina Grande.
Os principais alvos da acusada foram os estabelecimentos comerciais. Ela chegava às lojas e fazia o apelo alegando o problema de saúde do filho que precisava urgente ser levado para um hospital na capital paraibana. Em todos os casos, a mulher chorava para convencer os donos das empresas e os clientes que doavam valores entre R$ 10 a R$ 100.
A consultora de vendas, Fabiana Farias, prestou entrevista ao Portal e TV Online Diário do Sertão, e falou que também foi vítima do golpe e fez um alerta à população. “Ela fala muito bem, é uma artista, chora e consegue convencer qualquer pessoa. O dinheiro que eu tinha no bolso entreguei a ela. É preciso que todos fiquem atentos para não caírem no mesmo golpe”, disse.
O golpe só foi descoberto quando um empresário pediu a mulher para ir pessoalmente ver a criança para tentar ajudar. Nervosa, a mulher disse que não era possível ver o bebê e saiu correndo pelas ruas. O dinheiro doado por alguns comerciantes foi recuperado, mas a mulher fugiu.
Outra vítima do golpe, foi o empresário Oriel Sátiro que fez um apelo para os policiais para identificar e localizar a mulher. “Ela chora muito, e por pena muita gente ajudou. Que a população fique alerta, olhem a foto dela e procurem a polícia”, declarou.
Denuncie
Segundo testemunhas, a mulher pode ter aplicado o golpe em dezenas de estabelecimentos comerciais em Sousa. A Polícia Civil investiga quem é a pessoa que aplica o golpe. Para denunciar, a população pode ligar anonimamente para o telefone 197.

Hospital
A diretora do Hospital Materno Infantil, entrou contato com o Diário do Sertão, e afirmou que o Hospital não foi comunicado de nenhuma transferência. “O hospital não cobra transferência, pelo contrário, fazemos de tudo pra resolver sem cobrar nada. É necessário esclarecer também que estamos com ambulância no materno", declarou.

Assista abaixo à reportagem da TVDS!



​uirauna em foco com DIÁRIO DO SERTÃO

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias