Grupo denuncia venda de casas do Minha Casa Minha Vida entregue por Dilma...

Na manhã desta terça-feira (8) um grupo de pessoas cadastradas na Companhia de Habitação Popular (Cehap) realizou um protesto em frente a sede do órgão, no bairro Estação Velha, em Campina Grande. 

As pessoas reclamam da distribuição de casas do conjunto Acácio Figueiredo, que foi entregue na última sexta-feira (5), através do programa federal “Minha casa, minha vida”. 

A maior parte das pessoas que realizava o protesto reclamava que não tinha recebidos as casas e denunciam que algumas pessoas que foram contempladas e receberam as moradias já estariam vendendo os imóveis, o que é ilegal. Os manifestantes fecharam a rua Benjamim Constant impedindo a passagem de carro por alguns minutos. 

Em entrevista a TV Paraíba um das mulheres que protestava disse que “existem pessoas que já possuem outras casas, que foram contempladas e que agora estão vendendo as residências de R$ 2 mil reais e trocando por motos. Enquanto isso tem gente precisando e sem moradia. Assim fica ruim acabar com o déficit habitacional em Campina Grande”, disse a mulher. 

A Cehap garantiu que todo o processo de escolha dos contemplados seguem as normas do programa federal “Minha casa, minha vida” e que todas as casas do conjunto habitacional Acácio Figueiredo foram entregues e que não há mais moradias disponíveis no local. A companhia disse que vai investigar os casos comprovados de fraudes com a venda das casas e que continuará cadastrando e avaliando perfis para futuras contemplações. 

Jornal da Paraíba

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias