Empresário Arthur Bolinha deixa o PSB e se filia o PPS de Campina

Bolinha e o presidente do PPS de Campina, Laerte Mello.
Bolinha e o presidente do PPS de Campina, Laerte Mello.
O presidente da Câmara dos Diretores Lojistas (CDL) de Campina Grande, o empresário Artur Almeida, também conhecido como Bolinha, deixou o PSB para se filiar ao PPS. O anúncio foi feito na manhã de desta quinta-feira (03). A assinatura da ficha ao novo partido será feita ainda neste mês de setembro, em Campina Grande, em solenidade que marcará a abertura da campanha estadual de filiação, quando  lideranças de diversos municípios estarão se integrando à legenda.
Em entrevista a imprensa, Bolinha disse que não comunicou a decisão ao governador Ricardo Coutinho (PSB), líder maior do PSB na Paraíba, pois tentou agenda com o socialista durante quatro dias em não conseguiu. Até 2014, Bolinha era um dos principais aliados de Ricardo em Campina. O empresário também fez questão de ressaltar que sua filiação ao PPS não significa nenhum tipo de afastamento do governo ou do governador Ricardo Coutinho. “Continuo defendendo o projeto de Ricardo”, sustentou.
Ele explicou que sua saída do PSB foi motivada, também, pela indefinição atual do partido em apresentar uma candidatura própria a prefeitura de Campina Grande nas eleições de 2016. Artur defende que o modelo de política pública quem vem sendo adotado pelos dois grupos que se alternam há mais de 30 anos à frente da Prefeitura de Campina Grande já “se mostrou fracassado” e não corresponde às necessidades urgentes da população. Segundo ele, se o PSB tivesse lhe apresentado garantias de que terá candidatura própria em 2016 não teria deixado a sigla.
“Campina precisa ter, efetivamente, um modelo político que contemple o desenvolvimento em seus mais diversos aspectos. A possibilidade do PSB vir, por ventura, a apoiar qualquer um desses grupos políticos que, apesar da confiança depositada pela população, não honraram o compromisso de promover o crescimento econômico e o desenvolvimento social de nossa cidade, me fez tomar essa decisão”, afirmou o empresário.
Sua opção pelo PPS, segundo ele, seria porque este partido apresenta neste momento o mesmo anseio de possibilitar à população uma alternativa real de mudança e inovação, capaz de dar a cidade um rumo, um projeto de desenvolvimento com inclusão, algo que inclua Campina Grande entre os municípios que mais se desenvolvem no Nordeste brasileiro.
O presidente do PPS em Campina Grande, Laerte Mello, enalteceu Artur Bolinha como “uma pessoa respeitada, não apenas no meio empresarial, mas no conjunto da sociedade campinense, justamente por sua postura ética e a seriedade como vem se comportando na sua atividade privada e também na vida pública que resolveu contribuir. O PPS sente-se gratificado por contar a partir de agora com alguém como ele, proporcionando à nossa legenda a possibilidade real de disputa em 2016”.
Já o presidente do PPS estadual, o vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, elogiou a iniciativa do PPS em abrir as portas para um quadro tão qualificado como o empresário campinense.
“Artur Almeida se encaixa perfeitamente no novo perfil do partido, de renovação, autonomia nos municípios e independência política. Se vamos lançá-lo candidato a prefeito vai depender da disposição do próprio empresário e da decisão do conjunto de filiados locais, embora de nossa parte vemos com muito otimismo oferecer à Campina uma alternativa de poder diferente, de verdadeira renovação, de alguém que possa levar para a vida política todo o sucesso que vem obtendo em sua trajetória empresarial”.
MaisPB

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias