Após nascimento do filho, ex-padre revela o porquê de largar batina: 'Doente por política'

Mesmo tendo abandonado a batina pela política, José Gilberto informou que não pretende ser candidato em Monte Horebe

O ex-padre  da Diocese de Cajazeiras, José Gilberto esteve no Interview dessa quinta-feira (24) e revelou o motivo que o fez tirar a batina. “Eu estava doente pela política. Me perdi na briga entre situação e oposição, eu só pensava em salvar o povo”, disse ele admitindo que esteve “enfeitiçado” pela política de Monte Horebe, cidade onde administrava a paróquia local.
José Gilberto afirmou que, apesar da mudança que a política fez em sua vida, a sua saída foi bastante tranquila tanto com relação a igreja, como com a família. “Todos entenderam que eu precisava desse afastamento pra me situar de verdade. Não me senti culpado em nenhum momento”, acrescentou.
Certo de que precisava agir como um cidadão normal, Gilberto encontrou uma mulher com quem vive em comunhão e tem um bebê de quatro meses. Apesar da união, o ex-padre não tirou a possibilidade de voltar a celebrar. “Basta que a Igreja Católica conheça minha história e aceite a situação”, disse.
Mesmo tendo abandonado a batina pela política, José Gilberto informou que não pretende ser candidato em Monte Horebe e um dos fatores que o fez desistir da luta foi o preço da campanha. “Às vezes você faz um plano pensando no povo, mas, percebe que não é bem isso que as pessoas almejam. Sair da igreja me fez enxergar melhor a realidade política e desisti de tentar salvar o povo”, disse o ex-padre.

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias