Advogado fala sobre prisão de empresário sousense acusado de matar sócio: “A justiça não foi feita”. Vídeo

O advogado Davi Pinheiro, que faz a defesa de Lourinho, enviou um vídeo para à reportagem do Diário do Sertão e falou sobre a prisão de seu cliente. Veja!



O empresário Erivaldo de Oliveira Pordeus, o “Lourinho”, (foto abaixo) que é natural da cidade de Sousa, sertão da Paraíba está há um ano e sete meses preso após ter sido acusado de comandar o assassinato do ex-sócio Francisco Fábio de Vasconcelos, que tinha 49 anos. O crime ocorreu no dia 20 de julho de 2012 na fábrica de Salgados “Salgadinhos Bizu”, em Fortaleza/CE dos sócios Erivaldo e Francisco Fábio. Quatro pessoas foram presas após o crime.



O advogado Davi Pinheiro, que faz a defesa de Lourinho, enviou um vídeo para à reportagem do Diário do Sertãoe falou sobre a prisão de seu cliente. “São várias irregularidades no processo. Enquanto isso o meu cliente permanece no cárcere. Uma pessoa sem antecedentes criminais, A morosidade do judiciário não dá perspectiva de quando a justiça será conferida, resta apenas aguardar”, destacou.

Justiça
A família do empresário Lourinho procurou a reportagem do 
portal e TV Online Diário do Sertão, para pedir justiça. A agricultora Maria Zélia de Oliveira, mãe de Erivaldo, disse que seu filho é inocente e pediu para que a polícia investigue realmente esse caso. “Ele não matou, queremos que a Justiça o solte. Estamos sofrendo muito e ele também está sofrendo bastante na cadeia. Ninguém sabe o que é a dor de um pai e de uma mãe, muita saudade. Peço pelo amor de Deus que liberem meu filho pois, ele não é nenhum criminoso”, disse Maria Zélia.

uirauna em foco DIÁRIO DO SERTÃO

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias