Cagepa quer regularizar pressão da água na PB para reduzir desperdício

Órgão está mapeando redes de abastecimento de João Pessoa e Campina.
Além das obras, órgão também criou uma campanha educativa.


Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, está com baixo volume e preocupa  especialistas (Foto: Reprodução / TV Paraíba)Açude Boqueirão é um dos que está em situação
preocupante (Foto: Reprodução / TV Paraíba)
A rede de abastecimento de água de João Pessoa e Campina Grande está sendo mapeada para identificar o diâmetro da rede, idade, material usado e profundidade. O trabalho vai oferecer dados para que sejam instalados equipamentos que regulam a pressão da rede, de acordo com a Companhia de Água e Esgotos do estado (Cagepa).
A medida pretende evitar ao máximo a ocorrência de vazamentos no estado, evitando o desperdício. Um total de 36,18% da água tratada na Paraíba não chega a ser efetivamente consumida porque se perde, de acordo com um levantamento do Instituto Trata Brasil divulgado em março.
 Além disto,a Cagepa está realizando uma outra série de obras  e ações educativas no estado, visando diminuir o problema de falta de água no estado. Segundo dados do órgão, eentre as ações desenvolvidas estão a substituição de hidrômetro, automação de sistemas, incremento de equipes para retirada de vazamentos e força-tarefa na fiscalização de águas cortadas e também de desvios fraudulentos.
Outro procedimento realizado pela Cagepa é o projeto de lavagem dos filtros das estações de tratamento para ser implantado em João Pessoa. Em Patos e em Campina Grande, ele já foi executado. Segundo a companhia, nenhuma água é perdida no processo de tratamento, toda ela é reaproveitada.
Além disso, a Cagepa lançou este mês a campanha 'Economize água para não faltar', para ser trabalhado em Campina Grande e nas cidades abastecidas pelo açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão, com material educativo sobre economia de água para a população contribuir de forma mais efetiva e denunciar vazamentos e ligações clandestinas.
F: G1

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias