Vacas são sacrificadas e médico veterinário alerta sobre surto de tuberculose em Patos


Quatro vacas leiteiras foram sacrificadas nesta quinta-feira, dia 09, na cidade de Patos, após serem detectadas como portadoras de tuberculose. As vacas foram sacrificadas devido à tuberculose ser uma zoonose que passa de animal para as pessoas, inclusive com transmissão da doença através do próprio leite.
Os casos de tuberculose, que quase tinham sido banidos da sociedade brasileira, atualmente, vêm assustando devido à incidência de casos que tem levado a morte a sequelas para a vida. Desde 2014 até 2015, de acordo com o médico veterinário Carpegiane Ferreira, quase 100 vacas foram sacrificadas devido à tuberculose na cidade de Patos e região.
Carpegiane que é veterinário da Defesa Agropecuária, órgão do Governo do Estado da Paraíba, com sede também em Patos, disse que a Secretaria de Saúde do Município de Patos tem que ficar em alerta para os casos e realizar atividades em conjunto para evitar um surto ainda maior. O veterinário se mostrou preocupado com os casos e teme um surto ainda maior.
Para a atividade de sacrifício dos animais, a Defesa Agropecuária contou com o apoio de uma guarnição da Patrulha Rural, do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM). As vacas foram enterradas para conter a proliferação da doença.
“Os casos de tuberculose e brucelose devem ser combatidos para evitar problemas no rebanho bovino. A tuberculose é uma zoonose que é perigosa para os seres humanos, além de causar danos na saúde e na economia da região de Patos e no país. Devemos ficar em alerta e encaminhar soluções para evitar problemas maiores”, relatou Carpegiane.


Jozivan Antero – Patosonline.com
Imagem ilustrativa

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias