Promotora diz que padrasto é suspeito no caso Rebeca; DNA de um PM foi coletado

Promotora Artemise Leal destaca que requisitou mais diligências investigatórias; Polícia Militar abriu nova sindicância; mãe chamou marido (padrasto de Rebeca) de "psicopata"
Morte de Rebeca ainda não foi esclarecida
A promotora de Justiça do 1º Tribunal do Júri da Capital, Artemise Leal, revelou que o homem apontado pela Polícia Civil da Paraíba como suspeito de ser o mandante da morte da estudante Rebeca Cristina, 15 anos, em 2011, foi o padrasto. A revelação foi dada ao programa Correio Debate, 98 FM, durante entrevista exclusiva nesta sexta-feira (17). A mãe de Rebeca disse que o DNA de um policial militar foi coletado na quinta-feira (16), ou seja, seria um novo suspeito investigado no caso.
F: portal correio

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias