Mulher morre após arrancar dente em consultório odontológico

Família acredita que a vítima tenha contraído uma infecção na clínica onde foi atendida

Após arrancar um dente, mulher morre (Foto: Reprodução Rede Record)
Uma mulher de 31 anos morreu dias depois de extrair um dente do siso em uma clínica odontológica, na cidade de Várzea Grande, em Mato Grosso.
Na última sexta-feira (10), Jucilene França procurou o Centro Odontológico do Povo para fazer a extração. Dois dias depois do procedimento, ela sentiu fortes dores e inchaço na região bucal. Após a piora do quadro, ela retornou à clínica.
A cunhada da vítima, Tatiana Leite de Magalhães, afirma que ela passou muito mal.
— Já amanheceu com a boca inchada e com a traqueia inchada.
Jucilene deu entrada, após a piora do quadro, na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da Santa Casa de Várzea Grande, onde não resistiu e morreu.
As causas da morte descritas na certidão de óbito são extração dentária, choque séptico e angina de Ludwig.
O pai da vítima, Gabriel França, diz que a filha era saudável e não entende a razão dela ter morrido.
— Nunca vi nada de motivo, de doença nela.
A advogada Rute Souza (foto) afirma que a família desconfia que Jucilene tenha contraído uma infecção na clínica, mas que isso está sendo apurado. A família registrou um boletim de ocorrência e pede a abertura de inquérito. Um laudo do IML (Instituto Médico Legal) deve ser entregue em 30 dias.
Em nota, o Centro Odontológico do Povo diz que a paciente, após a cirurgia, saiu com prescrição de antibiótico e que o tratamento foi complementado na última segunda-feira (13), quando ela procurou a clínica se queixando do inchaço. No segundo atendimento, Jucilene foi orientada a procurar atendimento médico, caso não houvesse melhora do quadro dentro de 24 horas.
R7

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias