Bilhete da “Al Caeda” com ordem para matar preso é barrado na cadeia de São José de Piranhas

Um bilhete com ordem da “Al Caeda” para matar um presidiário foi interceptado pelo diretor da cadeia de São José de Piranhas antes que fosse entregue a um preso em uma das celas da unidade prisional. O fato ocorreu por volta das 15h deste sábado (26).
De acordo com o boletim de ocorrência, o bilhete fragmentado em três partes com a ordem de execução foi entregue por um mototaxista dentro de uma embalagem de macarrão instantâneo, junto com uma quantidade de maconha.
Segundo a Polícia, o material encontrado pelo agente penitenciário durante a revista era para ser entregue ao presidiário conhecido por Ciê, o qual seria repassado para outro detento de nome Luiz Lavô, que seria o escolhido matar o presidiário conhecido por Marcelo Ceará.
O delegado de plantão, Ivaldo Pedro de Araújo Dias, apurou com os policiais civis que Marcelo Ceará, enquanto estava recolhido do presídio de Cabedelo-PB, delatou integrantes do grupo criminoso “Al Caeda” na grande João Pessoa. A partir daí ele não parou de receber ameaças de morte da facção.
O delegado deu início às investigações para identificar e punir o remetente e os envolvidos na ação.
Por Dida Gonçalves
F - Radar Sertanejo

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias