ads

Slider[Style1]

.

.

.

.
PUBLICIDADE.

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Briga entre casal termina com mulher esfaqueada e homem agredido com golpes de pedra em Uiraúna. Confira


Na tarde deste domingo (28) no bairro Conjunto Frei Damião, Um homem identificado por Neguinho, de 32 anos, agrediu a sua companheira identificada por Aparecida, de 31, com um golpe de arma branca ( faca ) na barriga, e em seguida o mesmo foi agredido com golpes de pedra na cabeça.

Duas unidades do SAMU de Uiraúna socorreu as vítimas consciente para o ( HRC ), Hospital Regional de Cajazeiras.

Uma guarnição da Polícia Militar esteve no local ajudando no resgate das vítimas e mantendo a segurança de todos.

Da Redação do Uiraúna Em Foco.

Aplicativo do TSE para denúncias é lançado na PB.

Após dez dias do início da campanha eleitoral de prefeitos e vereadores, o aplicativo Pardal, lançado no último dia 16, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para facilitar a denúncia de irregularidades nas eleições deste ano, está habilitado apenas em cinco estados: Alagoas, Paraíba e Piauí, no Nordeste, Tocantins, no Norte, e Espírito Santo, no Sudeste. Segundo o TSE, é responsabilidade dos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE) alimentar o sistema com informações e habilitar o aplicativo. No entanto, o tribunal admite que alguns estados podem não fazê-lo a tempo de ser utilizado neste pleito.
O aplicativo Sistema Pardal, que permite em um rápido procedimento o envio de denúncias à Justiça Eleitoral, foi apresentado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) nesta quinta-feira (25). A ferramenta pode ser baixada em qualquer celular com sistema operacional Android ou IOS.

BAIXE AQUI O APLICATIVO


“Nosso objetivo é facilitar a fiscalização da população, que antes esbarrava na burocracia e nas exigências documentais para agir”, afirmou o presidente do TRE-PB, desembargador José Aurélio da Cruz. Até esta quinta-feira, o Pardal já estava disponível em onze estados, dentre eles a Paraíba, que foi um dos responsável pelo aperfeiçoamento do aplicativo.
Por meio do Pardal, é possível enviar fotos, vídeos e relatos de ações que o cidadão considere irregular, por parte de partidos, cabos eleitorais e candidatos a prefeito ou a vereador. Além de propaganda eleitoral irregular, também é possível denunciar possíveis práticas de compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos eleitorais, entre outros.
As denúncias vão ser primeiramente recebidas pela Ouvidoria do TRE-PB, que vai ficar responsável pela filtragem do material e distribuição aos promotores eleitorais competentes para o caso. Ao receber o material, vai caber ao Ministério Público Eleitoral do Estado avaliar se deve ser instaurado um procedimento investigatório. O Ministério Público Federal da Paraíba vai ter acesso a interface do sistema para também acompanhar as denúncias e tomar as medidas cabíveis.
Como usar
No primeiro acesso, o cidadão configura o aplicativo, informando o estado e o município em que deseja apresentar a denúncia. O coordenador das eleições, Fábio Falcão, destacou que além do nome, umas das mudanças do Pardal é que o denunciante tem que informar também o CPF. A ideia é evitar o anonimato de denúncias inundadas.

Agências

Dupla de moto rende comerciante e funcionários e fazem arrastão em comércio.


De acordo com as informações chegadas a nossa reportagem, dois homens chegaram em uma motocicleta e de armas em punho anunciaram o assalto e renderam o proprietário do estabelecimento e os funcionários.

No local, com sede na Avenida Jacob Frantz, Centro da cidade, funciona a e uma oficina.

A quantia levada não foi revelada. Eles ainda levaram os celulares do comerciante e dos funcionários. Após o crime, os acusados foragiram do local em direção a rodovia PB 393, que liga Cajazeiras a São João do Rio do Peixe.

De acordo com informações colhidas pela reportagem, os acusados estavam com uma faca e com um revólver.

A Polícia Militar foi acionada, mas ninguém foi preso.


DIÁRIO DO SERTÃO com informações e fotos de Wlisses Estrela

Prefeito Dr. Bosco Fernandes - Nota de Esclarecimento


Na condição de Prefeito Constitucional do Município de Uiraúna, Chefe do Poder Executivo Municipal, venho a público prestar os seguintes esclarecimentos:

Na data de 25 de agosto de 2016 foi veiculado boatos sensacionalistas sobre o ajuizamento de ação por parte do Ministério Público Federal, onde estariam apontados como partes promovidas na referida ação cidadãos de Uiraúna/PB, servidores públicos municipais que compunham a Comissão de Licitação da Prefeitura e do Fundo Municipal de Saúde, e a gestora da saúde.

Diante da maneira como foi exposta a situação, visando instaurar o medo, o terror e o sentimento de dúvida na população, se faz necessário dizer que, inicialmente, o Ministério Público Federal está cumprindo o seu dever institucional de investigar as situações em que haja alguma suspeita de fraude. Função que apoio e reconheço a importância.

O município acatou a recomendação do MPF para suspender a execução de algumas obras que estavam sendo realizadas na cidade, após confirmar que a empresa que venceu o processo licitatório havia sido denunciada por envolvimento em organização criminosa. Não se trata de irregularidade no processo de licitação, mas de uma empresa que se utilizou de meios ilícitos tentando ludibriar este município para executar obras públicas. Informados das irregularidades, todas as providências cabíveis foram tomadas afim de rescindir o contrato com a referida empresa.

A Comissão de Licitação de Uiraúna é formada por pessoas sérias, honestas e de bem, na qual temos total confiança. Todos agiram no exercício de seu trabalho, desempenhando bem e fielmente a missão que lhes fora confiada. No mais, estou pronto e disposto a prestar quaisquer informações que a Justiça julgar necessárias para esclarecer os fatos, como já tem sido feito até então.

Não há motivos para exaltação e descrença. O que houve foi um processo padrão passível de acontecer a qualquer gestor público. Portanto, estamos de consciência tranquila e confiante de que a justiça, com sua imparcialidade, concluirá que não foi praticado nenhum ato de improbidade por parte da gestão municipal.
Sigamos  disseminando a paz, o bem e à tranquilidade a todos.
Atenciosamente,

João Bosco Nonato Fernandes

Prefeito Constitucional de Uiraúna

F: Cofemac

Vereador estranha preço de camisa para estudante de R$ 151,00 que aparece em minuta de edital de licitação da prefeitura de Cajazeiras




O vereador Jucinério Félix (PPS), usou a tribuna da Câmara Municipal na sessão dessa terça-feira (23), para pedir esclarecimento a respeito do valor exorbitante de camiseta para alunos da rede municipal de ensino, que segundo a minuta de edital publicado no próprio site da prefeitura cada uma custa R$ 151,00 (Cento e cinquenta e um reais). Ou seja, as 5.000 camisas totalizam R$ 755.000,00 (Setecentos e cinquenta e cinco mil reais.

O pregão presencial de nº 00022/2016 tinha data prevista para o dia 10 de agosto de 2016 com objetivo de adquirir fardamentos para todas as secretarias da administração municipal.  O valor total que aparece no edital é de R$ 1.027.272,78 (Um milhão, vinte e sete mil, duzentos e setenta e dois reais e setenta e oito centavos). O único item que aparece com valor alterado foi o destinados a aquisição de fardamentos para os alunos da rede municipal.

Jucinério ficou surpreso com o preço que aparece na publicação e pediu uma explicação, lembrando denuncia ocorrida no mês de Junho o valor da licitação de R$ 1.795.573,05 (Um milhão, setecentos e noventa e cinco mil, quinhentos e setenta e três mil e cinco centavos), para contratação de empresa para locação de tenda, palco, som, luz, gerador, banheiro químico, grades de contenção e carro de som. Nesse caso, a administração disse que houve erro de digitação, sendo corrigido o alto valor.


O outro lado

Quanto ao preço de R$ 151,00 verificado no edital denunciado pelo vereador com valor de uma camisa para alunos entre 8 e 12 anos, o vereador Lindberg Lira (PTB), defendeu a administração e apresentou versão da secretária de educação. Conforme Lindberg, a secretária afirmou que o valor da camiseta não foi esse, e sim de pouco mais de R$ 14,00. Ele ainda disse que o responsável da comissão de licitação afirmou que o que aparece no site da prefeitura é apenas o termo de referência e não o edital ressaltando que o valor correto é o que aparece no edital publicado com a empresa vencedora do processo licitatório.



Redação Portal CZN

Três estabelecimentos são arrombados na madrugada desta sexta em Triunfo


A cidade de Triunfo vive uma onda de insegurança com o crescente número de arrombamentos e roubos ocorridos nos últimos dias. Na madrugada desta sexta-feira (26), três estabelecimentos comerciais foram arrombados.

Um dos estabelecimentos arrombados foi o “Supermercado Pantanal”, localizado no centro da cidade. Lá, os ladrões arrombaram o cofre e levaram aproximadamente a quantia de R$ 300,00 e vários maços de cigarros. O “Supermercado Super Amigo”, localizado na entrada da cidade,  também foi alvo dos ladrões, que levaram uma elevada quantia em dinheiro, vários litros de wisk e outras mercadorias.

O terceiro estabelecimento arrombado foi uma loja de variedades no centro da cidade. O dono ainda verificava o que tinha sido levado pelos ladrões.

Um agropecuarista, residente na cidade, relatou também o sumiço de um carneiro de sua propriedade.

No último final de semana, uma residência no bairro Francisco Liberado também foi arrombada e teve vários objetos subtraídos pelos ladrões.



RadarPB

Operação Andaime: MPF/PB ajuíza ação de improbidade contra prefeito de Uiraúna, e mais 12 pessoas e uma empresa


Licitações fraudadas com empresas fantasmas causaram dano de quase R$ 800 mil aos cofres públicos
 

O Ministério Público Federal (MPF) em Sousa (PB), em desdobramento da Operação Andaime, ajuizou ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Uiraúna (PB), João Bosco Nonato Fernandes, e mais 12 pessoas, por desvio de recursos públicos federais destinados à construção de três Unidades Básicas de Saúde (UBS), três praças e à reforma da rodoviária municipal. O esquema fraudulento praticado em 2014 permitiu o enriquecimento ilícito dos envolvidos e ocasionou dano ao erário no valor de R$ 797.532,751.
 
A ação também é contra Francisco Justino do Nascimento, Geraldo Marcolino da Silva, Afrânio Gondin Júnior, Márcio Braga de Oliveira, Dalton César Pereira de Oliveira, José Ivônio de Sá Sobreira, Carla Simone da Silva, Raimundo Francisco Sarmento Júnior, Lucimário Queiroga, José Formiga Dantas, Aline Barbosa Gonçalves Batista, Maria Juliet Gomes Fernandes, além da empresa Servcon Construções Comércios e Serviços LTDA.
 
O MPF pede a condenação dos envolvidos nas sanções previstas no artigo 12, inciso II (improbidade que causou prejuízo aos cofres públicos), da Lei nº 8.429/92, com ressarcimento integral do dano causado ao erário, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.
 
Em 2014, o Município de Uiraúna (PB) realizou as licitações Tomada de Preços nº 02/2014 e nº 04/2014, para contratação de empresa para executar as obras de construção de três UBS, três praças urbanas e reforma da rodoviária municipal. A empresa Servcon Construções Comércios e Serviços LTDA, representada por Francisco Justino do Nascimento, saiu-se vencedora nas duas licitações.
 
Segundo a ação, a empresa “fantasma”, junto a outras de Francisco Justino do Nascimento, foi utilizada somente para conferir legalidade aos processos de licitação e possibilitar, em consequência, subcontratação ilegal e desvio de recursos públicos. Porém, a ação mostra que a Servcon Construções não esteve presente na execução das obras e que elas foram, de fato, executadas pelas empresas de Afrânio Gondin Júnior.
 
Subcontratação ilícita – De acordo com o MPF, Francisco Justino do Nascimento e Afrânio Gondin Júnior, com auxílio de Dalton César Pereira de Oliveira, Márcio Braga de Oliveira, João Bosco Nonato Fernandes e Geraldo Marcolino da Silva, subcontrataram integralmente as obras referentes às licitações Tomada de Preços nº 02/2014 e nº 04/2014, sem qualquer autorização do poder público, dando causa a vantagens irregulares em favor de terceiros que perderam ou sequer participaram dos procedimentos licitatórios realizados para a contratação de empresas visando a execução da obra.
 
Pagamento por serviços não executados - Além da subcontratação ilícita, foi verificado que na execução das obras houve pagamentos por parte de prefeitura de Uiraúna à Servcon Construções por serviços que não foram executados pela empresa contratada. O Tribunal de Contas do Estado, em cumprimento à requisição do MPF, após visita à Prefeitura de Uiraúna, verificou  incompatibilidade dos valores pagos aos serviços prestados. De acordo com a ação “cerca de R$ 66.938,37 foram pagos antecipadamente pela Prefeitura Municipal de Uiraúna-PB, ou seja, foram pagos por serviços efetivamente não prestados, configurando, pois, desvio de recursos”.
 
Operação Andaime - A Operação Andaime, deflagrada em junho de 2015, apura irregularidades em licitações e contratos públicos, em especial fraude em licitações e desvio de recursos públicos na execução de obras públicas, já tendo sido investigados diversos municípios.
 
Ação Civil Pública nº 0800547-04.2016.4.05.8202.

F: Repórter PB

EXCLUSIVO: Ministério Público determina que hospitais de Sousa disponibilizem ambulâncias para realizar transferências de pacientes. Vídeo

Na manhã desta quinta-feira (25) o ministério público do Estado da Paraíba, através da promotoria de Justiça da Saúde, representado pela promotora de justiça, Mariana Neves Pedrosa Bezerra, realizou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Hospital Regional, Hospital Materno Infantil e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Regional de Sousa, sobre as transferências de pacientes.
A reunião também contou com a presença da coordenadora de enfermagem do SAMU, Mirelly Aristóteles, a diretora de planejamento da secretaria de saúde de Sousa, Ana Vitória Farias, a diretora administrativa do Hospital Materno Infantil, Maria Kelma Dantas e a diretora do Hospital Regional de Sousa, Apoliana Ferreira de Araújo.
Atualmente, grande parte das transferências de pacientes internados em hospitais, eram realizadas em ambulâncias do SAMU, porém, no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) ficou acordado que as transferências dos pacientes internados nos hospitais Materno Infantil e Regional devem ser feitas com as ambulâncias dos próprios hospitais.

Transferências serão feitas em ambulâncias do hospital Regional de Sousa (foto: Secom PB)
Também é obrigação do hospital adaptar as duas ambulâncias básicas, para quando necessitar, utilizá-las como Unidade de Suporte Avançado (USA).
Ficou acordado também que, caso a USA do hospital não estiver disponível, o SAMU irá emprestar, caso possível, algum material necessário para que a transferência seja realizada na ambulância básica do Hospital que será adaptada como USA.
A coordenadora de enfermagem do SAMU, Mirelly Aristóteles, prestou entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, e falou sobre a reunião realizada no Ministério Público de Sousa.
Confira abaixo as cláusulas do TAC:
TAC firmado entre o SAMU, Hospital e Ministério Público
TAC firmado entre o SAMU, Hospital e Ministério Público
????????????????????????????????????
TAC firmado entre o SAMU, Hospital e Ministério Público

Colisão entre carro e moto na PB 411 em Triunfo mata popular na tarde dessa quarta






Um acidente com vitima fatal foi registrado nas proximidades da cidade de Triunfo –PB no por volta das 13:30min desta quarta-feira (24). O sinistro ocorreu na PB 411, envolvendo uma moto de cor prata de placa MOU 8170 e um carro modelo corsa de cor cinza de placas QFD-4216 Campina Grande de condutor não identificado.

Conforme as primeiras informações, a colisão matou o popular conhecido Ricardo de Vicente de Duca, que teve morte no local.

O SAMU foi acionado onde foi constatando o óbito, bem como a polícia militar que isolou a área até a chegada dos peritos do IPC.

Policiais da 5ª Companhia de Trânsito foram acionados para as medidas cabíveis que requer o caso.

F: Angelo Lima

AGORA EM UIRAÚNA TEM JS SECURITY. CONFIRA


Na JS SECURITY trabalhamos com os melhores equipamentos de Segurança 

Eletrônica e Sat .

Todo equipamento de segurança eletrônica, 
câmeras CFTV , vídeo porteiro, interfone, 


cerca elétrica, motor de portão alarmes Comercial, você encontra na JS SECURITY.

Além de equipamentos de segurança também trabalhamos com receptores 
century,


antenas kuC2 parabolica,e manutenção de antenas .

Procure 
Jéferson Santos no Bairro Conjunto Frei Damião, na saída de Uiraúna para 


São João do Rio do Peixe e tenha um serviço de qualidade e com ótimo preço.

JS 
SECURITY atende Uiraúna e Região, atendimento em domicilio em até 100 K/M de 


 distancia de Uiraúna PB.


Contato : (83)9 9998.0208.. 9 9400.7339



Veja abaixo alguns equipamentos que a JS 
SECURITY conta:


CONFIRA O SITE OFICIAL : JS SECURITY














DA REDAÇÃO DO UIRAÚNA EM FOCO.

Top